Os Pronomes em Japonês

post-PronomesJapones-blog
O artigo de hoje traz informações sobre os pronomes no idioma japonês. Como seu uso é constante, esse aprendizado será essencial. Mais do que conhecê-los, vamos aprender como usá-los – e também quando e por que não usá-los.

Pronomes pessoais

Os pronomes pessoais (eu, você, ele, ela, nós, vocês, eles, elas) são normalmente uma das primeiras coisas que se estuda quando está se aprendendo um novo idioma. No caso específico do japonês, existe mais de uma palavra para se referir aos pronomes pessoais. Como se não bastasse, alguns são mais formais, outros mais informais.

Vamos começar então?

(わたし) (watashi) = EU – É o jeito mais neutro de se referir a si mesmo. Seu uso é muito comum. Esse kanji às vezes também é lido como わたくし (watakushi), o que o torna ainda mais formal, mas isso é raro.

あたし (atashi) = EU – Esta é uma forma normalmente usada por mulheres, por ter uma entonação afeminada. Essa palavra muitas vezes também é escrita com o kanji 私.

(ぼく) (boku) = EU – Um jeito um pouco menos formal de dizer “eu”. É mais comum entre homens, mas nada impede que uma mulher use.

(おれ) (ore) = EU – Uma forma bem informal de se dizer, possui uma entonação bem masculina e é geralmente usada por homens em ambientes bem informais. Não recomendado utilizar com estranhos ou pessoas hierarquicamente superiores.

あなた (anata) = VOCÊ – A forma “padrão” de ser dizer “você”. Pode ser usado por homens e mulheres, e é o jeito mais indicado de se referir a alguém. Há uma variação dele, que é o あんた, esse já mais informal – e pode até soar desrespeitoso de acordo com a entonação da voz.

(まえ) (omae) = VOCÊ – Um jeito mais informal de dizer “você”. Seu uso não é recomendado com pessoas com pouca intimidade, ou com superiores hierárquicos.

(きみ) (kimi) = VOCÊ – Uma forma mais carinhosa e gentil de usar esse pronome. Só se recomenda usar 君 com pessoas com quem se tenha intimidade.

(かれ) (kare) = ELE – O jeito mais formal de se dizer “ele”. Em alguns contextos, também pode significar “namorado”.

(かの)(じょ) (kanojo) = ELA – O jeito mais formal de se dizer “ela”. Também pode significar “namorada”.

彼奴( あいつ ) (aitsu) = ELE/ELA – É uma forma bem informal. Pode soar pejorativa em alguns casos.

(やつ) (yatsu) = ELE/ELA – Também é bem informal, e pode denotar certo desprezo pela pessoa a qual se refere.

此奴( こいつ)  (koitsu) e 其奴(そいつ) (soitsu) = ELE/ELA – Também bem informais, e também pode indicar certo desprezo pela pessoa da qual se fala.

Nós, vocês, eles, elas…

Para formar o plural dos pronomes, normalmente, usa-se o sufixo (たち) (tachi, muitas vezes escrito em hiragana たち) após o pronome no singular. Assim, temos que:

(わたし)たち (watashitachi), あたしたち (atashitachi), (ぼく)たち (bokutachi), (おれ)たち (oretachi) = NÓS – O uso e o grau de formalidade seguem as regras de suas formas no singular.

あなたたち (anatachi), お(まえ)たち (omaetachi), (きみ)たち (kimitachi) = VOCÊS.

(かれ)たち (karetachi) = ELE – Essa forma é muito pouco usada.

(かの)(じょ)たち (kanojotachi) = ELA – Também pouco usada.

Alguns pronomes, geralmente os mais informais, usam o ら (ra) para formar o plural. Neste caso, teremos pronomes bem informais. Não é recomendado usá-los com pessoas mais idosas ou em situações mais formais.

Os pronomes mais usados com essa forma são:

(ぼく)ら (bokura) = NÓS – É informal, mas bem comum.

(まえ)ら (omaera) = VOCÊS – Bastante informal, e até um pouco rude.

彼女ら (kanojora) = ELAS – Não é muito formal, mas é o jeito mais usado de se dizer “elas”.

(かれ)ら (karera) = ELES – O jeito mais comum e recomendado de usar esse pronome.

彼奴(あいつ)ら (aitsura), 此奴(こいつ)ら (koitsura) e (やつ)ら (yatsura): ELES – São formas bastante informais, e não indicadas em muitas situações. Ainda assim são muito comuns.

Tem mais?

Sim. O idioma japonês tem um número muito grande de pronomes pessoais, alguns pouco usados simplesmente por terem caído em desuso. Mas os principais foram mencionados acima. Lembrando que você não deve se preocupar em decorá-los. À medida que tiver contato com o idioma, eles aparecerão com frequência e você irá internalizá-los. Inclusive, será através do contato com o idioma que você entenderá quando usar cada um.
Mas há algo mais importante ainda a ser aprendido sobre os pronomes.

Você deve evitar usá-los

Pode soar estranho, mas a verdade é que os japoneses usam pouco palavras como “eu”, “você”, “ele”. No idioma japonês, o contexto é importantíssimo. Se a conversa é sobre uma determinada pessoa, ela não precisa dizer 私 para que saibam que ela está falando de si mesma.

Ou seja, o pronome é simplesmente omitido. Não aparece. E mesmo assim, os japoneses se entendem.

Inclusive, usar muito os pronomes faz as frases soarem pouco naturais. Quase robóticas. Então, a menos que seja realmente necessário, o ideal é evitar usar os pronomes. Mais recomendável ainda é estar sempre atento à forma como os japoneses se comunicam e prestar atenção nessas particularidades. O ideal é focar em usar essas informações para compreender mais japonês. O segredo de usar ou não pronomes em cada caso é aprender através do contato com a língua.

Esse é o caminho mais indicado para se aprender qualquer idioma.

Sentenças de exemplo

今日(きょう)はとっても(いそが)しい
Hoje eu estou muito ocupado.

今日 significa “hoje”, 忙しい é a palavra para “ocupado” e とっても significa “muito”. O detalhe interessante é que a palavra “eu” NÃO aparece na frase. Mas fica implícito pelo contexto que o interlocutor está falando de si mesmo, pois se estivesse se referindo a outra pessoa, mencionaria a pessoa.

かおりの(かみ)()(れい)です
O seu cabelo é bonito.

髪 significa “cabelo”, e 綺麗 quer dizer “bonito” ou “lindo”. O detalhe é que nesta frase, a pessoa está dizendo para a Kaori que o cabelo dela é bonito. Isso é muito comum. Em vez de dizer para alguém “você”, se diz diretamente o nome da pessoa. Em vez de dizer “あなたの髪” “seu cabelo, foi dito literalmente “o cabelo da Kaori”.

プレゼントは(かれ)にあげたい
Quero dar o presente a ele.

プレゼント significa “presente” (vem do inglês “presente”). あげたい (forma たい do verbo あげる) significa “querer dar”, “querer entregar”. Aqui o pronome 彼 (ele) aparece, porque sem ele talvez não ficasse claro a quem se quer dar o presente. Note que a pessoa que quer presentear podia ter começado a frase com 私は, mas não fez isso porque simplesmente não era necessário.

(おれ)がやるぞ!
Pode deixar que eu faço!

俺 significa “eu”, e やる é o verbo “fazer”. O ぞ é uma partícula de fim de frase que não tem tradução, serve apenas para dar ênfase à sentença. Ela é bem informal e masculina, assim como o próprio ぞ.

(まえ)は何?
E você, o que?

Já vimos que お前 quer dizer “você”. 何 significa “o que”.

(わたし)たちがこの()(かい)(ぜっ)(たい)(まも)
Nós, definitivamente, vamos proteger esse mundo.

私たち é o pronome “nós”. この quer dizer “esse”, e 世界 é a palavra para “mundo”. 守る é o verbo “proteger”. Já 絶対に dá a ideia de “definitivamente”, “com certeza”, “sem dúvidas”.

(けっ)(きょく)(ぼく)はまだ(きみ)(しん)じる
No fim das contas, eu ainda acredito em você.

結局 significa “no fim das contas”, “depois de tudo”. 僕 é uma forma de dizer “eu”, まだ quer dizer “ainda”, e 君 é uma palavra para “você”. 信じる é o verbo acreditar.

あんたたちも(りょ)(こう)したいか?
Vocês também querer viajar?

あんたたち é uma forma bem informal de dizer “vocês”. も quer dizer “também”. 旅行する é o verbo “viajar”, aqui na forma たい, que significa “querer viajar”. O か no final da frase serve para indicar que se trata de uma pergunta.

Gostou? Agora é hora de aprender mais japonês!

Gostou do artigo? Tem algum conhecimento para compartilhar? Você pode deixar o seu comentário abaixo ou inserir o seu e-mail para receber nosso livro digital Desvendando a Língua Japonesa, e assim começar a aprender japonês agora mesmo!

Últimos comentários
  1. Ceiça Melo. 27 de janeiro de 2016
  2. Valeria Aoyama 28 de janeiro de 2016
  3. Andrea 28 de janeiro de 2016
  4. Jean Vitor 28 de janeiro de 2016
  5. Thiago 8 de fevereiro de 2016
  6. Débora 31 de março de 2016
  7. CaioFozzy 31 de maio de 2016
  8. Mary 31 de maio de 2016
  9. Rosangela 1 de junho de 2016
  10. valzilene santos 30 de setembro de 2016
  11. valzilene santos 30 de setembro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *