Os Honoríficos do Japonês

post-Honorificos-blogO artigo de hoje é sobre um hábito muito comum no idioma japonês, mas sem um correspondente em português. Trata-se do uso de alguns sufixos após nomes próprios. Os chamados “honoríficos”.

O que são esses tais honoríficos?

O idioma e a própria cultura japonesa são muito influenciados por relações de hierarquia. Assim sendo, dependendo de com quem se fala, a forma de tratamento e de se conversar muda. E um reflexo disso são os honoríficos. Eles são sufixos usados após um nome próprio para demonstrar certo respeito. Dependendo do sufixo, o grau de respeito, e de intimidade varia.
Assim, há uma diferença considerável em chamar alguém de Yamada-san ou de Yamada-sama.
Esses sufixos são tão importantes, que soa bastante deselegante não usar um deles ao falar com alguém, pois o sufixo só pode ser dispensado com alguém com que se tenha muita intimidade.

Os principais sufixos atualmente

さん (san) = esse é o sufixo mais comum. Ele serve para demonstrar certo respeito. Usa-se para se comunicar com pessoas do mesmo grau hierárquico ou com mais ou menos a mesma idade. Não tem um correspondente em português, mas poderia ser traduzido como “senhor” ou “senhora”.

ちゃん (chan) = esse sufixo é usado normalmente com mulheres, e com pessoas mais novas. Ele só deve ser usado com pessoas com que se tenha intimidade. Embora seu significado literal não seja esse, ele às vezes pode ser interpretado como um diminutivo. Assim, “Maria-chan” poderia ser traduzido como “Mariazinha”.

くん (kun) = o kun é o correspondente masculino do chan. Usa-se com homens, normalmente mais novos. É inadequado usar com pessoas mais velhas ou em algum acima do seu na hierarquia. Também é recomendado usá-lo com quem se tenha certa intimidade.

さま (sama) = esse é um sufixo que demonstra extremo respeito por quem se fala. Costuma ser usado com pessoas mais velhas, autoridades, ou simplesmente pessoas que estejam acima na hierarquia. Também é comum que empresas usem o sama no tratamento de seus clientes. Quando uma pessoa usa o sama após seu próprio nome, demonstra bastante arrogância.

ちゃま (chama) = variação do sama usado por crianças para se referir a pessoas mais velhas.

ちん (chin) = usado apenas em garotas, é uma variação de chan pouco usado, mas que ainda é encontrada eventualmente.

どの (dono) = serve para demonstrar ainda mais respeito que sama, mas é bem menos usado. Era muito comum na época dos samurais.

たち (tachi) = sufixo que passa pronomes e certas palavras para o plural.

(shi) = esse sufixo é usado para se referir a pessoas que não se conhece pessoalmente, mas só por documentos. Muito comum em documentos e correspondências oficiais.

ぼっちゃん (bocchan) = usado por mordomos ou criados para se referir aos filhos de seus patrões.

Sufixos específicos

Alguns honoríficos têm funções bem específicas, sendo usados apenas em contextos bastante particulares. Vamos conhecer alguns deles também.

せんせい(sensei) = apesar de ser comumente traduzido como “professor”, ele tem um sentido mais amplo de se referir a pessoas que têm mais conhecimento que nós. É usado com professores, ou, às vezes doutores.

せんぱい e こうはい (senpai e kouhai) = o termo senpai se refere a alguém que está há mais tempo em uma empresa, uma escola ou faculdade. Já alguém mais novo em determinado lugar, é um kouhai (em relação ao senpai).

だいとうりょう (daitouryou) = esse sufixo se aplica a qualquer presidente de país ou chefe de Estado, usado imediatamente após o nome da pessoa.

へい (heika) = um título real que pode ser traduzido como “Vossa Majestade”. Para membros da família Real que não são necessariamente governantes, existe o 殿でん (denka), que pode ser traduzido como Vossa Alteza.

かっ (kakka) = esse título é direcionado a embaixadores ou alguns chefes de estado. Costuma ser traduzido como “Vossa Excelência”.

Tem mais?

Sim, há outros honoríficos que poderiam ser mencionados – a maioria já em desuso. Mas o mais importante é entendermos que não há uma tradução literal para a maioria deles em português. Assim sendo, o ideal é apenas compreender seu uso através do contato com o idioma japonês.
Desta forma, internalizaremos bem os seus usos.

Sentenças de exemplo

きゃくさま、どうぞおりください
Senhor cliente, entre, por favor

お客様 é uma forma bastante respeitosa de se referir ao “cliente”. どうぞ pode ser entendido como “por favor”. お乗りください seria o equivalente a “entre”.

ばあちゃんがだいきです
Eu amo minha avó

お婆ちゃん é uma forma bem carinhosa e infantil de se referir à própria avó. O final em 大好きです significa “amar”. No caso, “amar a avó”.

まいにちさとしくんはほんわすれてしまう
Todos os dias, o Satoshi acaba esquecendo seu livro.

毎日 significa “todos os dias”. O sufixo “kun” após o nome Satoshi dá a ideia de que ele é mais novo do que a pessoa que fala dele. 本 quer dizer “livro”, e 忘れてしまう seria algo como “acabar esquecendo”.

ぼくたちはほんじんではない
Nós não somos japoneses.

僕たち significa “nós”. 日本人 quer dizer “japonês”, alguém que nasceu no Japão. E a expressão ではない significa “Não ser alguma coisa”.

Gostou? Agora é hora de aprender mais japonês!

Gostou do artigo? Tem algum conhecimento para compartilhar? Você pode deixar o seu comentário abaixo ou inserir o seu e-mail para receber nosso livro digital Desvendando a Língua Japonesa, e assim começar a aprender japonês agora mesmo!

Últimos comentários
  1. Thomas 11 de fevereiro de 2016
    • Wilgner 20 de fevereiro de 2016
      • Marllon de França 23 de fevereiro de 2016
  2. Cristiane Vilhena 11 de fevereiro de 2016
    • Takahashi 12 de fevereiro de 2016
      • Luiz Rafael 16 de fevereiro de 2016
  3. Daniel 11 de fevereiro de 2016
  4. Jean Vitor 12 de fevereiro de 2016
  5. lucas 12 de fevereiro de 2016
  6. Cícero J P 12 de fevereiro de 2016
  7. Carolina Pacholok Matsukura 12 de fevereiro de 2016
  8. JOSÉ EDISON DIAS 14 de fevereiro de 2016
  9. JOSÉ EDISON DIAS 14 de fevereiro de 2016
  10. Uendel Miranda 19 de fevereiro de 2016
  11. Silvia 23 de fevereiro de 2016
  12. marcos 10 de abril de 2016
  13. Michele 2 de agosto de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *