O Monte Fuji

postMonteFuji-blog
Hoje vamos conhecer mais sobre um dos mais famosos pontos turísticos japoneses, cuja beleza natural encanta até mesmo pessoas do outro lado do mundo.

O Monte Fuji, em japonês さん (Fujisan), é a montanha mais alta de todo o Japão, ficando localizado na ilha de ほんしゅう (honshuu), a principal e maior ilha do arquipélago japonês. Ela fica a oeste da capital Tóquio, na fronteira entre as províncias de Yamanashi, やまなしけん, e de Shizuoka, しずおかけん.

O primeiro ponto interessante sobre o Monte Fuji é a leitura de seus kanjis. Como o último kanji de seu nome, 山, se lê “yama”, é comum que se chame erroneamente a montanha de “Fujiyama” – uma leitura errada, já que a leitura correta é Fujisan.

A origem do nome “fuji” também é controversa. Não se sabe o motivo da escolha dos kanjis 富 e 士, embora haja algumas suspeitas. Já a escolha do nome “fuji” tem várias versões populares. Uma delas diz que o “fuji” viria dos kanjis 不二, cuja leitura é “fuji”, e na qual 不 significa “Não” e 二 quer dizer “dois”, dando a entender que não havia outra montanha igual àquela. Há também a interpretação de que o nome viria dos kanjis 不尽, em que 不 quer dizer “não”, e 尽 quer dizer “limite”, “fim”.

Curiosidades

É dito na cultura japonesa que todo homem deve, ao menos uma vez na vida, escalar o Monte Fuji. Isso, na verdade, não parece ser algo tão desafiador assim, já que, em média, 200.000 pessoas por ano escalam o Monte Fuji – dentre as quais estima-se que 30% sejam estrangeiros.

O Monte Fuji é considerado sagrado pelos japoneses, havendo inclusive algumas religiões orientais que o veem de uma forma diferenciada. Para os budistas, por exemplo, a montanha é considerada uma das portas de entrada para um novo mundo, enquanto algumas seitas creem que o Monte Fuji tem alma.

Um detalhe curioso é que o Fujisan tem até um dia dele. É o さん (Fujisan no Hi), literalmente “o Dia do Monte Fuji”. Ele é comemorado no dia 23 de fevereiro, que fora do Brasil é escrito 2/23, devido a um trocadilho. Os números 2,2 e 3 podem ser lidos “fu” (2), “ni” (2) e “san” (3).

Escalar o monte pode ser um desafio dependendo da época do ano devido à temperatura. Enquanto no verão os termômetros marcam entre 8 e 18 C°, no inverno a temperatura no topo pode chegar a até -40 C°. Fora isso, há várias rotas de acesso ao Monte Fuji, todas elas com várias “paradas” para se comprar comidas, bebidas, e até descansar. Quanto mais próximo do topo, mais caras ficam as coisas.

E para quem ainda tiver algum receio (afinal, trata-se de um vulcão), é importante dizer que o Monte Fuji é um vulcão inativo. Sua última erupção ocorreu há mais de 300 anos – e não há sinais de outra tão cedo.

E você? Já pensou em conhecer o Monte Fuji?

Sentenças de exemplo

いつか、さんのぼりたいです
Um dia, quero escalar o Monte Fuji.

いつか significa “um dia”. 富士山 é o Monte Fuji. 登りたい é a forma たい, que indica que se quer alguma coisa, do verbo 登る, o verbo “escalar”, “subir”.

ざんちゅうで、もうあきらめたいとおもいました
No meio da escalada, eu pensei que já queria desistir.

登山 é a palavra para “escalada”, o ato de escalar. 途中 significa “meio”, “metade” de alguma coisa. もう quer dizer “já”, 諦めたい significa “querer desistir”. E 思いました, passado de 思います, quer dizer “achei”, “pensei”.

うちからさんえる
Posso ver o Monte Fuji da minha casa.

家 quer dizer “casa”, e o から indica a origem, de onde se faz alguma coisa. 見える é o

ほんいちばんたかやまです
É a montanha mais alta do Japão.

日本 significa “Japão”, 一番 quer dizer “o mais”, dá a ideia de algo é o maior em alguma coisa. 高い quer dizer “alto”, e 山 é a palavra para “montanha”.

Gostou? Agora é hora de aprender mais japonês!

Gostou do artigo? Tem algum conhecimento para compartilhar? Você pode deixar o seu comentário abaixo ou inserir o seu e-mail para receber nosso livro digital Desvendando a Língua Japonesa, e assim começar a aprender japonês agora mesmo!

Últimos comentários
  1. Jefferson Timotheo 22 de Março de 2016
  2. daniel 22 de Março de 2016
  3. Nagyla 24 de Março de 2016
  4. Ken Ono 25 de Março de 2016
  5. Yoshio 4 de Abril de 2016
  6. Luis domingues 31 de agosto de 2016
  7. Celio 28 de setembro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *