5 benefícios de Aprender Japonês

Hoje eu vou lhe dizer de forma direta 5 motivos REAIS pelos quais você deveria aprender japonês (e começar o quanto antes…).

Muitas pessoas desejam aprender japonês para usufruir de conteúdo produzido no Japão, em forma de vídeo, livros, revistas. Posso citar como exemplo os animes, os filmes, as músicas e os mangás. O Japão é realmente muito rico no que diz respeito a produção de conteúdo e usufruir de tudo isso é realmente muito bom, considero um motivo extremamente válido.

Um outro motivo é o aumento das probabilidades de surgir uma oportunidade de conhecer o Japão. Você pode acabar indo para lá para realizar um intercâmbio, fazer cursos, trabalhar etc. As possibilidades são realmente muito maiores para quem sabe japonês.

Os motivos citados acima são muito válidos, inclusive também me motivaram a começar a aprender. Porém, hoje eu vou citar outros cinco benefícios que eu só pude perceber após chegar lá, e que considero inclusive muito mais fortes.

Eu REALMENTE tive esses benefícios, portanto esta não é só mais uma daquelas listinhas básicas com coisas óbvias… São vantagens reais e comprovadas.

Então vamos lá!

Benefício #1
Você desenvolve uma visão mais crítica do mundo

O Japão está literalmente do outro lado do planeta e por isso as coisas são muito diferentes do que estamos acostumados. E não é só isso, o Japão está rodeado por outros países asiáticos que também possuem culturas diferentes, maneiras de encarar a vida diferente, objetivos diferentes e preocupações diferentes.

Conhecer estes diferentes pontos de vista agrega valor a você como pessoa, pois você tem uma carga maior de referências para que seu caráter e sua visão crítica se desenvolvam.

O simples ato de consumir mídia japonesa (em japonês), me fez conhecer mais sobre países como Tailândia, Taiwan, Mongólia, Filipinas, Nepal, China, Coréia do Sul, Coréia do Norte, Índia, Austrália, Nova Zelândia e outros países relativamente próximos que possuem mais relação com o Japão do que com o Brasil.

O valor que isso agrega é imensurável, ainda mais se somado com toda a influência europeia, latina e norte-americana que nós naturalmente já possuímos por sermos brasileiros.

Benefício #2
Você desenvolve a sua CRIATIVIDADE e a sua MEMÓRIA

São incontáveis os benefícios que aprender uma segunda língua trás, até mesmo viver mais, segundo algumas pesquisas.

O fato é que aprender uma língua totalmente diferente da sua língua materna força o seu cérebro a desenvolver uma nova maneira de pensar. É uma maneira completamente nova de traduzir em palavras os estímulos que você recebe do mundo através dos 5 sentidos. Existem por exemplo, diversos sentimentos que uma língua não é capaz de expressar, mas através de outra língua você toma consciência da existência dele.

Você é forçado a criar mais e a memorizar mais, de forma natural e fácil, sendo que naturalmente estas duas habilidades acabam se desenvolvendo em conjunto.

Benefício #3
Você QUADRUPLICA suas fontes de informação, cultura e entretenimento

Você sabia que o Japão é o terceiro país com o maior número de blogs? Sim, realmente existem muitos blogs em japonês, sobre todos os tipos de assunto. Ficando atrás apenas dos EUA e da Inglaterra.

Isso significa que depois do inglês (óbvio), a língua com o maior número de blogs é o japonês. Você tem noção da quantidade de informações, sejam elas úteis ou de mero entretenimento, que você está deixando de ter acesso por não saber japonês?

Além disso, o Japão é um gigante produtor de filmes, literatura, jogos, animes, documentários, séries de TV, e sabendo japonês você pode ter tudo isso em suas mãos, sem depender da boa vontade e da qualidade de traduções e legendas.

Benefício #4
Você faz AMIGOS

Os japoneses são ótimas pessoas para se interagir. Esqueça qualquer estereótipo que você já tenha lido na internet ou que o primo do irmão do vizinho que trabalhou no Japão disse.

Os japoneses são um povo pacífico, amigável, gostam de ajudar e tem muito valor a agregar. Fazer amigos japoneses, e também amigos estrangeiros que vivem no Japão, é simplesmente fantástico. E você só pode aproveitar isso ao máximo sabendo japonês.

Benefício #5
Você tem mais OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS

Deixa eu lhe contar uma coisa: O meu primeiro emprego com carteira assinada foi como professor de japonês! Isso foi quando eu ainda estava na faculdade, experiência que me ajudou muito em minha carreira.

As vezes amigos e parentes nos desencorajam a aprender algo como o japonês, por desconhecerem o valor útil que este conhecimento pode agregar. É possível realmente ganhar muito dinheiro através de traduções, dando aulas ou em empregos qualificados.

Eu mesmo posso lhe dizer que já ganhei muito dinheiro fazendo traduções. Fiz tradução de de desde manuais de eletrônicos, embalagem de produtos e até mesmo patentes de invenções. Fazer traduções é muito legal, pois você trabalha estudando!

Mas não é só como professor de japonês ou tradutor que uma pessoa que sabe japonês pode atuar.

No Brasil há muitas empresas japonesas que possuem filiais aqui e ao mesmo tempo nós temos poucas pessoas que sabem japonês. Eu tenho diversos amigos que conseguiram aproveitar estas oportunidades.

E eu lhe garanto: São ótimas oportunidades. Tanto financeiras quanto a abundante possibilidade de ir ao Japão diversas vezes a trabalho. Não seria fantástico para você?

Domínio da língua japonesa é uma habilidade requisitada e ao mesmo tempo com pouca concorrência!

Estes foram os 5 motivos comprovadamente reais pelos quais você deveria aprender japonês. São benefícios universais que todos podem usufruir, além é claro daqueles motivos particulares que cada um tem o seu.

Agora, para encerrar, eu não posso deixar de falar uma desvantagem de aprender japonês. Você sempre terá que suportar os seus familiares e alguns amigos perguntando coisas como: “E aí, está aprendendo muito mandarim?” :-)

O que você achou?

O que você achou? Se você conhece algum outro benefício, deixe o seu comentário abaixo!

Últimos comentários
  1. Paulo 13 de abril de 2014
    • Paulo 8 de fevereiro de 2016
  2. Giovani 14 de junho de 2014
  3. Hyago Matheus 21 de junho de 2014
    • Luiz Rafael 28 de junho de 2014
      • Roberto 10 de novembro de 2016
  4. allan $ouza 27 de junho de 2014
    • Luiz Rafael 28 de junho de 2014
  5. João Vitor Corrêa Nogueira 11 de julho de 2014
    • Luiz Rafael 12 de julho de 2014
      • Paulo 8 de fevereiro de 2016
  6. gabriel 12 de julho de 2014
    • Luiz Rafael 12 de julho de 2014
    • Walison 10 de outubro de 2016
  7. Raphael Souza 21 de julho de 2014
  8. Paulo Guimaraes 23 de julho de 2014
  9. Fernando Henrique 31 de julho de 2014
  10. ogawa aramilda 25 de agosto de 2014
  11. Victor Hugo Santos Silva 16 de setembro de 2014
  12. Victor Hugo Santos Silva 17 de setembro de 2014
  13. jhonatan silva 24 de setembro de 2014
    • Luiz Rafael 25 de setembro de 2014
  14. kaique 4 de outubro de 2014
  15. elias 14 de outubro de 2014
  16. Elyseu Schenkel 24 de outubro de 2014
    • Luiz Rafael 25 de outubro de 2014
  17. Maria 29 de outubro de 2014
  18. Vania 1 de novembro de 2014
  19. Neo Markz 4 de dezembro de 2014
    • Luiz Rafael 6 de dezembro de 2014
  20. Marielly Leite 29 de janeiro de 2015
    • Paulo 8 de fevereiro de 2016
  21. Daniel 28 de fevereiro de 2015
  22. Nathan 26 de junho de 2015
    • Luiz Rafael 26 de junho de 2015
  23. Aline Sugimoto 3 de agosto de 2015
  24. Silvia 4 de agosto de 2015
  25. Cecilia Lima 24 de agosto de 2015
  26. diego de 30 de setembro de 2015
  27. Fabio Antunes 12 de novembro de 2015
    • Fabio Antunes 12 de novembro de 2015
  28. Leonardo Freittas 12 de dezembro de 2015
    • Luiz Rafael 12 de dezembro de 2015
  29. André 10 de fevereiro de 2016
  30. alexandro 29 de março de 2016
  31. Bruno 3 de junho de 2016
  32. Lucas Airosa 22 de agosto de 2016
  33. Bianca 5 de novembro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *