Como Viajar ao Japão #2 – Hospedagem e Roteiro de Viagem

Chegamos a segunda parte da nossa série sobre Como Viajar ao Japão. Para que você possa se preparar esta experiência inesquecível da melhor forma possível, falaremos agora sobre como reservar um local para se hospedar no Japão e também sobre o seu roteiro de viagens. Você aprenderá que é possível ter a sensação de como é morar no Japão, mesmo em sua viagem de turismo!

Lembrando que este é o segundo artigo de uma série, se você ainda não leu o primeiro, clique aqui para acessá-lo.

como-se-hospedar-no-japao-fb

No primeiro artigo desta série, aprendemos que a sequência de realização de uma viagem ao Japão é: 1- Compra da passagem aérea; 2- Reserva das hospedagens; 3- Tirar o visto. Se você já leu o primeiro artigo, aprendeu quais são as principais companhias aéreas que fazem voos para o Japão e como pesquisar preço de passagem.

Uma vez com as datas definidas e as passagens de ida e volta compradas, é hora de fazer um roteiro de viagens e procurar lugares para se hospedar.

Roteiro de Viagens

O roteiro de viagens é necessário tanto para tirar o visto para o Japão, quanto é uma etapa importante para o seu planejamento. Se você é uma pessoa que gosta de viajar de forma mais livre, decidindo dia após dia para onde ir, fique tranquilo que este roteiro pode ser flexibilizado depois. Ele é necessário para tirar o visto no consulado japonês.

mapa-do-japao

Esboce um roteiro com as cidades você deseja visitar. Quais cidades você gosta? Quando você pensa em Japão, quais locais vem em sua mente? Tire um tempo para imaginar onde gostaria de ir, lembre-se da natureza ou dos prédios, dos monumentos ou das montanhas.

As cidades mais populares entre os turistas estrangeiros são Tóquio, Yokohama, Osaka, Kyoto e Hiroshima. Pesquise um pouco sobre cada uma delas para decidir quais visitar de acordo com a duração de sua viagem. Em cidades como Tóquio, Osaka e Kyoto, não vale a pena passar apenas um, dois ou três dias em cada uma delas. Um roteiro muito interessante para sua primeira viagem seria passar 7 dias na região de Kantou, visitando Tóquio, Yokohama e seus arredores, e depois 7 dias na região de Kansai, visitando Osaka, Kyoto e Kobe.

O Monte Fuji fica no meio do caminho, mas caso queira visitá-lo, pesquise antes se na época do ano em que estiver indo ele não está coberto por nuvens.

O principal meio de transporte no Japão são os trens. Você pode deslocar-se por praticamente qualquer parte das cidades médias e grandes através dos trens e metrôs. Para ir de Tóquio (região de Kantou) até Osaka ou Kyoto (região de Kansai), você pode pegar o famoso trem-bala (shinkansen) e realizar esta viagem em pouco mais de três horas.

Viajar de trem-bala é uma experiência incrível, pois lhe dá a oportunidade de ver diversos tipos de paisagens, plantações, natureza e cidades.

O site HyperDia permite que você pesquise as opções de trem. Na imagem abaixo, você pode ver uma simulação de uma viagem de trem-bala de Tóquio até Osaka.

tokyo-para-osaka

Preço: 13.620 ienes. Duração da viagem: 171 minutos

No processo de tirar o visto, o consulado exigirá um formulário de cronograma de viagem preenchido. Neste formulário, você incluirá a cidade que pretende estar em cada data, os locais que pretende visitar e o endereço do local que irá hospedar-se. Você pode ver um exemplo deste formulário clicando aqui.

Hospedagem

Para preencher o formulário do cronograma de viagens, você deve ter o local em que irá se hospedar definido e reservado. Dependendo do tipo de hospedagem você optar, essa reserva pode ser feita gratuitamente, pode ser que seja cobrada apenas uma taxa de serviço ou pode ser necessário pagar tudo antecipadamente. Tudo depende do tipo de local que você escolher. Algumas pessoas optam por hospedagens mais econômicas, outras preferem mais luxo e conforto.

Os três principais tipos de locais para se hospedar são:

  • Hotel: Os tradicionais hotéis, onde você se hospeda em um quarto, normalmente com banheiro e serviço de arrumação todos os dias.
  • Hostel/Albergue: Uma opção mais econômica, normalmente com quarto e banheiro compartilhado com outros viajantes. Ótimo para pessoas que desejam fazer amizades pelo caminho.
  • Apartamentos: Algumas empresas e serviços, como a Sakura House e o AirBnB.com, oferecem a possibilidade de você alugar um apartamento completo, totalmente mobiliado, para curtos períodos. Nesta modalidade, você pode experienciar como é morar no Japão!

Um bom site para procurar hotéis e hostels é o Booking.com. Vamos simular abaixo uma busca por locais em Tóquio:

hoteis-em-tokyo

Esta busca retornou locais com diárias a partir de R$70,00 (aposto que você não esperava este tipo de preço!). O ideal é que você explore o site, alterando os filtros localizados no menu esquerdo, vendo a descrição dos hotéis, as avaliações feitas pelos usuários e a localização. Caso queira encontrar apenas hostels, marque esta opção no filtro “Tipo de Propriedade”.

Falando um pouco de minha primeira viagem, como fiquei mais de um mês em Tóquio, com viagens rápidas para outras cidades, aluguei um apartamento pela empresa Sakura House. Esta é uma boa alternativa também. A diferença é que não haverá serviços de quarto, mas você terá um apartamento todo mobiliado para você sentir como é morar no Japão! É necessário pagar uma reserva antecipada, via cartão de crédito, e depois pagar o valor total no momento do check-in.

Uma outra alternativa para a locação de apartamentos ou até mesmo apenas quartos em casas de japoneses, é o Airbnb.com, hoje o maior sistema de locação de imóveis do mundo. O Airbnb é extremamente seguro e confiável, pelo fato das propriedades receberem avaliações dos hóspedes. O pagamento deve ser feito antecipadamente via cartão de crédito ou Paypal. Os apartamentos são em locais totalmente residenciais, simulando muito bem a vida cotidiana no Japão. Experiência inesquecível!

Lembre-se de usar estes sites mesmo na etapa de planejamento de sua viagem, antes mesmo de ter uma data decidida. O motivo disto é que acompanhar o preço dos diversos tipos de hospedar lhe ajudará no planejamento financeiro de sua viagem!

No próximo artigo

No próximo artigo desta série, falaremos sobre o processo para tirar o visto japonês. O artigo já está no ar e você pode conferi-lo clicando aqui!

Últimos comentários
  1. Bruno Henrique 5 de novembro de 2015
    • Cuca Beludo 5 de novembro de 2015
      • Jaiani 7 de novembro de 2015
  2. Bruno Avelar 5 de novembro de 2015
    • Luiz Rafael 5 de novembro de 2015
  3. Anderson Lucas 5 de novembro de 2015
  4. julio 5 de novembro de 2015
  5. Lucas 5 de novembro de 2015
  6. Vitor Hugo Ramos 20 de novembro de 2015
    • Luiz Rafael 20 de novembro de 2015
  7. Luciana Flor 24 de novembro de 2015
  8. Vitória 6 de dezembro de 2015
    • Luiz Rafael 7 de dezembro de 2015
  9. Santiago 8 de janeiro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *