Kanji – Elementos e Radicais

Se você já começou a estudar kanji, já aprendeu que cada símbolo possui um significado e representa uma ideia. Existem ideogramas extremamente fáceis e ideogramas mais complexos, mas você sabia que todos são formados por uma pequena quantidade de elementos simples que se repetem em vários kanjis?

31-09-fb

Neste artigo, você verá a possibilidade de decompor um kanji em elementos menores e aprenderá como o conhecimento destes elementos podem ajudar em seu aprendizado. Falaremos também sobre os radicais e como utilizar o sistema de escrita em japonês do próprio Windows para encontrar um kanji que você desconheça, analisando apenas o seu radical.

Para começarmos, veja os exemplos abaixo:

kanjis-com-tera

Repare que os cinco ideogramas acima possuem um elemento em comum. No caso, o símbolo 寺, que de forma isolada também é um kanji, aparece como elemento em comum nos demais.

O próprio 寺 também é composto por elementos ainda mais simples, veja:

elementos-do-tera

Ou seja, o kanji 寺 é formado pelo kanji 土 (na parte de cima) e pelo kanji 寸 na parte de baixo. Com isso, você pode ver que os kanjis não são apenas traços aleatórios, eles são formados por um número limitado de elementos que se repetem várias vezes.

Usando os elementos para aprender kanji

Conforme você ficar mais familiarizado com os ideogramas, você passará a prestar atenção nos elementos que os formam, e não mais em traços isolados. O conhecimento desses elementos lhe ajuda a lembrar do kanji, assim como permite fazer associações para lembrar de seu significado.

Abaixo, temos um dos exemplos mais clássicos:

arvore-bosque-floresta

Repare que o kanji 木 aparece como um elemento dos kanjis 林 e 森. Você pode usar a sua imaginação para criar associações que lhe ajudem a lembrar do significado, por exemplo:

  • Um bosque é formado por algumas árvores: 林
  • Uma floresta é formada por muitas árvores: 森

Praticamente todos os ideogramas seguem esta ideia. Veja mais alguns exemplos que utilizam o elemento 木:

arvore-mesa-escrivaninha

Como a mistura de árvore com mesa pode resultar em uma escrivaninha? Use a sua imaginação!

Mais um exemplo:

arvore-talento-madeira

O que acha da seguinte história: “Aplicando o talento humano, podemos extrair madeira das árvores”? Se isto não fizer sentido para você, você pode criar as suas próprias associações, não existe certo ou errado.

A ideia de criar estórias baseadas no significado dos elementos de cada kanji foi aplicada de forma intensa por James W. Heisig em seu livro Remembering the Kanji. O livro explora todos os elementos existentes nos kanjis utilizados nos dias de hoje, atribuindo significados e associações que facilitam o aprendizado. Recentemente foi lançada a versão em português do livro.

A metodologia deste livro é uma das formas mais inteligentes já criadas para aprender a escrever a mão os ideogramas em um espaço de tempo menor do que o convencional. Seu estudo é altamente recomendado a todos que desejam dominar a escrita japonesa.

Os radicais

Todos os kanjis possuem um elemento principal, chamado de radical. A palavra em japonês para indicar este elemento é 部首 (ぶしゅ / bushu).

Atualmente, existem 214 radicais principais que formam praticamente todos os kanjis utilizados nos tempos modernos. Os radicais possuem um significado, e este impacta diretamente no significado do kanji.

Veja os kanjis abaixo:

sanzui

Repare que estes quatro kanjis possuem o mesmo radical, que são os três tracinhos que aparecem no lado esquerdo. Este radical se chama さんずい (sanzui) e tem o significado de “água”. Agora, você consegue perceber que o significado de todos estes kanjis, de uma forma ou de outra tem alguma relação com água?

Ou seja, conhecer o radical e os elementos te ajuda tanto a enxergar os ideogramas de forma mais estruturada, quanto permite que você utilize o significado de cada elemento para, unido com a sua imaginação, lembrar mais facilmente do significado do kanji.

A posição dos radicais

Os radicais, dentro de um kanji, aparecem em uma das sete posições abaixo. Você não precisa memorizar o nome em japonês de cada posição, estamos colocando aqui apenas como forma de curiosidade.

posicao-dos-radicais-dos-kanjis

Podemos dizer que o radical é o elemento principal do kanji. No exemplo acima, o radical de cada kanji está representado em vermelho. As partes em preto ainda são elementos que, na maioria das vezes, irá se repetir por diversos kanjis.

Pesquisando kanjis através do radical

Imagine a seguinte situação: Você se deparou com uma palavra que contém um kanji que você não conhece. Essa palavra não está em formato de texto no computador, assim, você não pode simplesmente copiá-la e colá-la em um dicionário online. Como encontrar esse kanji?

Para facilitar, vamos utilizar um exemplo real. Encontramos a placa abaixo na rua e queremos encontrar o significado do primeiro kanji da palavra circulada em vermelho.

placa-com-palavra-em-kanji

Diversos dicionários online e aplicativos possuem um sistema de busca através do radical ou outros elementos. O próprio sistema de escrita em japonês do Windows possui essa função, através de um recurso chamado IME Pad! Vamos utilizá-lo para encontrar o primeiro kanji.

ime-pad

No kanji que queremos encontrar, tudo indica que o elemento da esquerda é o radical. Conforme você fica familiarizado com os ideogramas, você terá esta habilidade de identificar rapidamente qual elemento é o radical. Lembre-se que eles sempre estão em uma das sete posições mencionadas neste artigo.

O IME Pad, que acabamos de abrir, possui uma função de buscar o kanji baseado no radical. Esta função está localizada no último ícone do menu da esquerda. Os radicais estão agrupados baseado na quantidade de traços pelos quais eles são formados.

imepad-busca-de-radicais

Podemos ver que o kanji que estamos buscando é formado por três traços. Assim, basta selecionarmos 3画 no menu e poderemos encontrar tanto o radical, quanto o kanji que estamos procurando. Ao clicar no kanji, ele será imediatamente inserido no editor de texto que estamos utilizando.

encontrando-o-kanji-no-imepad

Repetindo o processo para todos os kanjis que formam a palavra, teremos então condições de copiá-la e colá-la em um dicionário online para encontrar sua leitura ou significado.

  • 徐行(じょこう)- Baixa velocidade / Reduza a velocidade

Esta é uma das formas de localizar um kanji através de seu radical. Existem também aplicativos de celular que permitem que você desenhe o kanji, ou que utiliza a câmera do aparelho para localizá-lo, mas a intenção aqui foi mostrar que esta busca pode ser feita pelo radical.

Conclusão

A partir de agora você pode olhar de uma forma diferente para os kanjis. Não é necessário fazer um esforço para decorar o nome de todos os radicais ou saber o significado de todos os elementos, mas o simples hábito de, ao olhar para um, kanji, identificar alguns dos elementos que o compõe, fará com que o sistema de escrita passe a fazer muito mais sentido para você.

Deixe o seu comentário dizendo o que achou e também com sugestões para os próximos artigos!

Últimos comentários
  1. Vinicius Tarouco 2 de outubro de 2015
  2. Jady 3 de outubro de 2015
    • Luiz Rafael 16 de outubro de 2015
  3. Alice 3 de outubro de 2015
    • Luiz Rafael 16 de outubro de 2015
  4. DAniel 4 de outubro de 2015
  5. Eliane 5 de outubro de 2015
  6. SHIRLEY 5 de outubro de 2015
  7. Catarina 5 de outubro de 2015
  8. Kathlen 10 de outubro de 2015
  9. Ricardo 13 de outubro de 2015
    • Luiz Rafael 13 de outubro de 2015
  10. Tais Takahashi 13 de outubro de 2015
  11. Eliza 13 de outubro de 2015
  12. Valéria Alves Figueira 13 de outubro de 2015
  13. Carlos Alberto Insaurralde 13 de outubro de 2015
  14. Wesley 14 de outubro de 2015
  15. Izabela 15 de outubro de 2015
  16. andré 16 de outubro de 2015
  17. Tânia 16 de outubro de 2015
  18. Ken Ono 17 de outubro de 2015
  19. Vicente Aciole 20 de outubro de 2015
    • Luiz Rafael 21 de outubro de 2015
  20. Vicente Aciole 20 de outubro de 2015
  21. Janaina 21 de outubro de 2015
  22. Daniel 24 de outubro de 2015
  23. Carlos Bastos 30 de outubro de 2015
    • Luiz Rafael 1 de novembro de 2015
  24. joão vanderlei f.alves 8 de novembro de 2015
  25. Victor 29 de novembro de 2015
  26. Marcos Valério 22 de dezembro de 2015
    • Luiz Rafael 22 de dezembro de 2015
      • Ivan 26 de abril de 2016
  27. Josivan 29 de dezembro de 2015
  28. MARLISE ASAEDA FERREIRA 26 de janeiro de 2016
  29. Erick 31 de janeiro de 2016
  30. Ariana 3 de maio de 2016
  31. Natália 30 de maio de 2016
  32. Neto 11 de junho de 2016
  33. jessica 3 de julho de 2016
  34. Italo Silva 7 de julho de 2016
  35. Claudio Fuzita 16 de julho de 2016
  36. Diego 23 de julho de 2016
  37. Luzia Pereira 9 de setembro de 2016
  38. thayse 30 de setembro de 2016
    • Luiz Rafael 4 de outubro de 2016
  39. Rubenyg LuBu 7 de novembro de 2016
  40. Henrique 13 de janeiro de 2017
  41. Nathalia Barbosa 20 de janeiro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *