Os kanjis de uso diário (常用漢字)

Neste artigo, falaremos um pouco sobre os kanjis de uso diário, como os japoneses aprendem kanji e também algumas dicas para lhe ajudar a aprendê-los de forma mais eficiente.

O surgimento dos kanjis de uso diário

Em meio a imensidão de KANJIS existentes e espalhados por todo material escrito do Japão, na década de 40 do século XX, o Ministério da Educação e Cultura (文部科学省) do Japão selecionou os ideogramas mais utilizados e os denominou como Kanjis de Uso Diário (常用漢字【じょうようかんじ】).

Isto foi uma tentativa de organizá-los e tornar o ensino mais sistematizado. Praticamente 99% do conteúdo escrito do japonês utiliza apenas estes KANJIS, sendo que nas raras vezes onde outro caractere aparece, é colocado o furigana (auxílio em HIRAGANA de como a palavra deve ser lida).

Inicialmente, foram selecionados 1945 KANJIS, a serem ensinados parte no ensino fundamental (小学校【しょうがっこう】 – 6 anos) e parte no ensino secund[ario (中学校【ちゅうがっこう】 – 3 anos). No ano de 2010, houve uma reforma, de forma que este número aumentou para 2136 ideogramas. Para estes, há um total de 4388 leituras, sendo 2352 leituras-ON e 2036 leituras-KUN.

Saber japonês = Saber 2000 kanjis??

Muitos estrangeiros se assustam ao ver estes números. Isto pode fazer alguns pensarem que somente após aprender 2000 letras, é que se saberá japonês.

Não é bem assim! Primeiramente, entenda que não faz sentido medir a quantidade de japonês que você sabe pelo número de KANJIS. Conheço pessoas que estudaram muitos KANJIS mas nem por isso falam japonês bem, assim como conheço pessoas que falam japonês muito bem, mas conhecem poucos KANJIS. Eu mesmo não sou um grande fã deles, concentrando meus estudos apenas na leitura e no aprendizado de palavras, não na caligrafia (escrita a mão).

Conhecer um KANJI é um conceito relativo!

O que é saber um kanji?

Você pode saber escrevê-lo e saber suas principais leituras, mas se deparar com uma palavra que o utiliza e ainda por cima com uma leitura não convencional. E então, você sabe ou não sabe?

Assim como você pode saber ler e saber o significado das principais palavras que utilizam um determinado KANJI, mas não sabe escrevê-lo a mão e também não sabe dizer o que ele significa isoladamente. Novamente caímos na questão, você sabe ou não sabe esse KANJI?

Aliás, este último caso é muito comum entre os próprios japoneses. Ao perguntar o significado de um símbolo, eles costumam lembrar de 3 ou 4 palavras que o utilizam e, através da semelhança entre elas, acabam chutando um significado para o KANJI.

Lembre-se que nós, estrangeiros, costumamos dar significado em português (ou outra língua) para os KANJIS, mas os japoneses não fazem isso. Eles utilizam o próprio japonês e palavras que o utilizam para descrevê-los.

O aprendizado de kanji no Japão

No Japão, são ensinados durante o ensino fundamental 1006 KANJIS, divididos pelas 6 séries. Mas lembre-se que os japoneses estão imersos o tempo inteiro. Entre a infância e a pré-adolescência, um japonês não se limita apenas aos carácteres que são ensinados na escola. Através da vivência, ele já aprende a ler muitos outros símbolos que aparecem em nomes de pessoas, nomes de cidades, palavras na televisão e também dentro do conteúdo escrito que ele consome, como revistas, livros, mangás, catálogos, propagandas etc.

Este número de 1006 KANJIS refere-se apenas ao ensino formal, aquele ato de o professor desenhá-lo na lousa, ensinar algumas palavras que o utilizam, mandar o aluno praticar e depois cobrar na prova.

ensino-de-kanji-nas-escolas

O que faz os japoneses realmente aprenderem KANJI não é necessariamente o ensino deles na escola, e sim a convivência em tempo integral, o uso massivo e praticamente todas as situações do dia-a-dia em que eles aparecem. Na escola, o japonês aprende os KANJIS mais pela necessidade de ler textos, copiar conteúdo da lousa referente a todas as matérias, escrever redações e resolver exercícios, do que pelo ensino formal do KANJI.

Estes 1006 KANJIS são suficientes para deixar uma pessoa com um grau satisfatório de familiaridade com a língua japonesa escrita, permitindo que ela se localize e extraia informações de praticamente qualquer conteúdo escrito. O próprio ato de ler o que é possível ler com este número de ideogramas faz com que novos sejam aprendidos quase que automaticamente.

Kanjis e sua real função

Mas até agora estamos falando como se os KANJIS de forma isolada significassem alguma coisa. Lembre-se que os KANJIS são usados para escrever palavras, e é saber ler e compreender o significado de palavras que tornará uma pessoa alfabetizada. É muito comum conhecer o significado de todos os KANJIS que compõe uma palavra mas não conhecer a palavra. Em alguns casos, é possível deduzi-lo (o significado da palavra) através do significado de cada ideograma, mas nem sempre isso é possível.

Conhecer e estar familiarizado com KANJI é apenas o primeiro passo para aprender mais e mais palavras. É por isso que eu disse que não se mensura o nível de japonês pelo número de KANJI. Você pode muito bem estudar o significado de todos os KANJIS mas conhecer poucas palavras, o que na prática não lhe ajudaria muito.

Gostou? Deixe o seu comentário!

Deixe o seu comentário dizendo o que achou. Sua participação me ajuda a produzir novos conteúdos relevantes a você, que ajude em seu aprendizado de japonês!

Últimos comentários
  1. Rodrigo 26 de junho de 2015
  2. Marcos Tokuo 26 de junho de 2015
  3. Takeo Chikushi 3 de agosto de 2015
  4. Catalina 24 de setembro de 2015
  5. gabriel pezarin 3 de fevereiro de 2016
  6. nagaoka reinaldo 30 de março de 2017
  7. nagaoka reinaldo 30 de março de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *