A Geografia do Japão

postGeoGrafiaDoJapao-blogO artigo de hoje fala sobre as diferentes divisões geográficas do Japão. Uma vez que a geografia de lá é completamente diferente da nossa aqui no Brasil, ter essas informações é essencial para uma melhor localização de lugares e cidades específicas por lá.

Subdivisões

Curiosamente, a primeira grande subdivisão do arquipélago japonês não é oficial. São as regiões. Elas costumam ser usadas em vários contextos, incluindo mapas e livros didáticos de geografia.
As oito regiões do Japão são as seguintes:

  • (ほっ)(かい)(どう) (Hokkaidou)
  • (とう)(ほく) (Touhoku)
  • (かん)(とう) (Kantou)
  • (ちゅう)() e (とう)(かい)  (Chuubu e Toukai)
  • (かん)西(さい) (Kansai). Também chamada de (きん)() (Kinki) em alguns contextos.
  • (ちゅう)(ごく) (Chuugoku. Curiosamente, o mesmo nome da China)
  • ()(こく) (Shikoku)
  • (きゅう)(しゅう) e (おき)(なわ) (Kyuushuu e Okinawa)

Uma vez que essa divisão por regiões não é algo oficial, mas a primeira subdivisão realmente oficial no Japão são as ()(どう)()(けん) (todoufuken). Podem ser comparados aos estados brasileiros, mas lá são chamados de províncias ou de prefeituras. É importante destacar que lá o conceito de “prefeitura” é bem diferente, pois abrange uma área bem maior, que tem várias subdivisões.

Elas são 47 ao todo. A origem da expressão 都道府県 é por que algumas províncias recebem como sufixo () (to; Tóquio), (どう) (dou; Hokkaidou), () (fu; Kyoto e Osaka) e todas as outras 43 recebem o (けん) (ken). Assim, para se referir à prefeitura de Tóquio, usa-se o sufixo “to” no final, diferenciando a cidade de Tóquio, da província de mesmo nome. Assim, (とう)(きょう) (Toukyou) vira (とう)(きょう)() (Toukyouto).

As 47 províncias/prefeituras são:

  • (あい)()(けん) (Aichiken, Prefeitura de Aichi)
  • (あき)()(けん) (Akitaken, Prefeitura de Akita)
  • (あお)(もり)(けん) (Aomoriken, Prefeitura de Aomori)
  • ()()(けん) (Chibaken, Prefeitura de Chiba)
  • ()(ひめ)(けん) (Ehimeken, Prefeitura de Ehime)
  • (ふく)()(けん) (Fukuiken, Prefeitura de Fukui)
  • (ふく)(おか)(けん) (Fukuokaken, Prefeitura de Fukuoka)
  • (ふく)(しま)(けん) (Fukushimaken, Prefeitura de Fukushima)
  • ()()(けん) (Gifuken, Prefeitura de Gifu)
  • (ぐん)()(けん) (Gunmaken, Prefeitura de Gunma)
  • (ひろ)(しま)(けん) (Hiroshimaken, Prefeitura de Hiroshima)
  • (ほっ)(かい)(どう) (Hokkaidou, Prefeitura de Hokkaidou)
  • (ひょう)()(けん) (Hyougoken, Prefeitura de Hyougo)
  • (いばら)()(けん) (Ibarakiken, Prefeitura de Ibaraki)
  • (いし)(かわ)(けん) (Ishikawaken, Prefeitura de Ishikawa)
  • (いわ)()(けん) (Iwateken, Prefeitura de Iwate)
  • ()(がわ)(けん) (Kagawaken, Prefeitura de Kagawa)
  • 鹿()()(しま)(けん) (Kagoshimaken, Prefeitura de Kagoshima)
  • ()()(がわ)(けん) (Kanagawaken, Prefeitura de Kanagawa)
  • (こう)()(けん) (Kouchiken, Prefeitura de Kouchi)
  • (くま)(もと)(けん) (Kumamotoken, Prefeitura de Kumamoto)
  • (きょう)()() (Kyoutofu, Prefeitura de Kyouto)
  • ()()(けん) (Mieken, Prefeitura de Mie)
  • (みや)()(けん) (Miyagiken, Prefeitura de Miyagi)
  • (みや)(ざき)(けん) (Miyazakiken, Prefeitura de Miyazaki)
  • (なが)()(けん) (Naganoken, Prefeitura de Nagano)
  • (なが)(さき)(けん) (Nagasakiken, Prefeitura de Nagasaki)
  • ()()(けん) (Naraken, Prefeitura de Nara)
  • (にい)(がた)(けん) (Niikataken, Prefeitura de Niikata)
  • (おお)(いた)(けん) (Ooitaken, Prefeitura de Ooita)
  • (おか)(やま)(けん) (Okayamaken, Prefeitura de Okayama)
  • (おき)(なわ)(けん) (Okinawaken, Prefeitura de Okinawa)
  • (おお)(さか)() (Oosakafu, Prefeitura de Oosaka)
  • ()()(けん) (Sagaken, Prefeitura de Saga)
  • (さい)(たま)(けん) (Saitamaken, Prefeitura de Saitama)
  • ()()(けん) (Shigaken, Prefeitura de Shiga)
  • (しま)()(けん) (Shimaneken, Prefeitura de Shimane)
  • (しず)(おか)(けん) (Shizuoaken, Prefeitura de Shizuoka)
  • (とち)()(けん) (Tochigiken, Prefeitura de Tochigi)
  • (とく)(しま)(けん) (Tokushimaken, Prefeitura de Tokushima)
  • (とう)(きょう)() (Toukyouto, Prefeitura de Toukyou)
  • (とっ)(とり)(けん) (Tottoriken, Prefeitura de Tottori)
  • ()(やま)(けん) (Toyamaken, Prefeitura de Toyama)
  • ()()(やま)(けん) (Wakayamaken, Prefeitura de Wakayama)
  • (やま)(がた)(けん) (Yamagataken, Prefeitura de Yamagata)
  • (やま)(ぐち)(けん) (Yamaguchiken, Prefeitura de Yamaguchi)
  • (やま)(なし)(けん) (Yamanashiken, Prefeitura de Yamanashi)

Mais subdivisões

As províncias (ou prefeituras) são subdivididas em cidades, () (shi), ou distritos, () (ku) ou (ぐん) (gun). Estes ainda podem se dividir em bairros ou subdistritos (まち) (machi) e em vilas 村 (mura).
É importante destacar que o kanji (まち) (machi) muitas vezes é traduzido como “cidade”, embora seu conceito não seja exatamente esse. Na verdade, isso exemplifica bem a diferença que existe entre alguns termos no Brasil e no Japão. A área que lá é considerada um “bairro”, aqui seria considerada uma pequena cidade.

Assim sendo, o ideal é não procurar equivalências, e sim apenas procurar compreender as subdivisões do Japão sem fazer comparações com o Brasil.

Sentenças interpretadas

Que tal aprender algumas sentenças em japonês utilizando algumas destas palavras? Sentenças são a segunda melhor forma de internalizar o seu novo vocabulário (a primeira são textos, que também são compostos por sentenças). Você pode escutar o áudio de cada sentença para praticar a leitura da escrita japonesa!

(まご)(さい)(たま)()んでいます
Meus netos moram em Saitama

A palavra 孫 significa “neto” ou “netos”. 埼玉 é a província de Saitama. E 住んでいます é a forma ています, que indica que algo está acontecendo no momento, do verbo 住みます, que é o verbo viver.

()きたかった、けど()けない。(ほっ)(かい)(どう)(とお)いです
Queria ir, mas não posso ir. Hokkaidou é longe.

行きたかった é a forma たかった, que indica que você queria fazer algo, do verbo 行く, o verbo “ir”. けど é a conjunção “mas”. E 行けない é a forma negativa do verbo 行ける, o verbo “poder ir”. 北海道 é a região de Hokkaidou, e 遠い é o adjetivo “longe”.

(かれ)(しゅっ)(しょう)()(あい)()だと(ちか)った
Ele jurou que sua terra-natal é Aichi.

彼 significa “ele”. 出生地 é palavra para “terra-natal”, ou “local de nascimento”. 愛知 é a província de Aichi. 誓った é o passado do verbo 誓う, o verbo “jurar”. Esse verbo não se liga a seu complemento com a partícula を, e sim com a partículaと.

Gostou? Agora é hora de aprender mais japonês!

Gostou do artigo? Tem algum conhecimento para compartilhar? Você pode deixar o seu comentário abaixo ou inserir o seu e-mail para receber nosso livro digital Desvendando a Língua Japonesa, e assim começar a aprender japonês agora mesmo!

Últimos comentários
  1. Douglas Belz 4 de Janeiro de 2016
  2. Vitor Oshiro 7 de Janeiro de 2016
    • Nobuaki Tago 21 de Janeiro de 2016
  3. JOSÉ EDISON DIAS 16 de Fevereiro de 2016
  4. Yumie Toyota 20 de Maio de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *